sexta-feira, 25 de maio de 2018

Tocar-te-ei, sem limites, qualquer canção


Tocar-te-ei a mesma musica, se te trouxer
Outra vez de volta ao meu ilusório mundo
Não me deixes sozinha num sitio qualquer
Remexendo, no sentimento mais profundo
.
Fecho os meus olhos, anulo o meu sorriso
Espero a noite chegar, mas sem esperança
Tocar-te-ei lindas musicas com improviso
Recordando os outros tempos de criança
.
Ouve meu amor, não desistas de procurar
A felicidade pode guiar-nos nos desígnios
Se a desdita não aparecer, para atrapalhar
.
Tocar-te-ei, sem limites, qualquer  canção
Fazes parte dos meus desejos, são exímios 
São claramente, os que entram no coração.
💟



🌻💧Autora: Larissa Santos

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Amor em Desejos Indefinidos



Tivemos vida em comum. Estivemos unidos
Nos amámos, fomos amantes, houve ternura
Beijos trocámos, fomos loucos, apaixonados
Tudo terminou. Os caminhos interrompidos
Onde a imaturidade e o terminar da doçura
Gerou que novos destinos fossem tomados
*
Seguiste outro rumo, não ficámos inimigos
Acabou a paixão mas ficou a nossa amizade
Mas evitas-me sem te conseguires esconder
Nenhum mal-estar, nem desejos indefinidos
De prejudicar a tua tão procurada liberdade
Pois talvez algum de nós não soube crescer
*
Não quero acreditar que sintas ódio ou rancor
Dos nossos momentos de lindo amor trocado
Quando o tempo era o nosso tempo sentido
No meu puro coração ficaram odes de amor
Sei que tudo faz parte de um doce passado
Só quero meu amor ... ser apenas teu amigo

***
Autor: gil antónio
*

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Amor eterno: O meu alimento.


AMOR: Uma palavra tão forte
Que muita gente a pronúncia
Muitos não sabem que amam
E tantas vezes perdem o norte
Mas que um coração anuncia
O que por vezes não mostram
.
AMOR: Uma palavra tão terna
Num sentimento. Doce delírio
Por vezes levado pela emoção
Me encaminha na vida eterna
Deixando o prazer e o martírio
Tomarem conta d'meu coração
.
AMOR: Uma palavra poderosa
Que me faz sonhar e acreditar
Em cada gesto, seja o alimento
Que me faz viver esperançosa
E no tempo verbal, vou esperar
Pelo amor eterno, sem lamento.
💕

🌹Autora: Larissa Santos

terça-feira, 22 de maio de 2018

Falar-te de Amor...em teu sorriso de desdém.


Falar de amor. Não quiseste ouvir
Tudo o que sentia e te queria dizer
Seria a ocasião para poderes saber
Que o meu coração são sabe mentir
.
Era a limpidez do meu sentimento
Uma doce paixão que queria viver
Talvez não fosse esse o momento
De saberes o que te queria dizer.
.
Sabias bem o que estava sentindo
Mas não quiseste saber nem  ouvir
Brincaste e ficaste mesmo sorrindo
Desse fino amor que eu sabia sentir
.
Meu olhar ficou triste, tão fechado
Os teus olhos de desdém, sorriam
Deixaste meus sentimentos de lado
Quando sabias que não mentiam
.
Hoje, sabemos que a felicidade
Findou depois daquele momento
Em que a triste e dura realidade
Ficou ligada ao meu sentimento
.
Autor: gil antónio

segunda-feira, 21 de maio de 2018

[ Poetizando e Encantado]-Conto as pétalas, e almejo a tua graça

36ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO


Sentada, nos meus sonhos de menina
Pétalas aromadas, abençoado sossego
Pensamento libertino, qual adrenalina
Neste canto de um negado aconchego
.
Mas esta tristeza que o tempo me traz
Assim como todos os bons momentos
Apenas ficam as lembranças, qual paz
Das partículas amargas em tormentos
.
O meu coração despedaçado, disfarça
O meu olhar lacrimeja, sente saudade
Conto as pétalas, e almejo a tua graça
Neste momento gris...de simplicidade.

🌹🌼
🌷Autora: Larissa Santos
POETIZANDO E ENCANTANDO 
 Apesar do meu poetizando  aparecer tardio, foi feito com carinho e vontade. Agradeço à Pfrª Lourdes Duarte pelo convite. AQUI
 
Para todos uma excelente semana

domingo, 20 de maio de 2018

Olhei para ti ... num último olhar



Olhei-te amando. Eras toda a minha fantasia
A felicidade, a tentação, a voz da entreajuda
A raiva contida, a saudade, a mélica magia
O enlevo, a instabilidade, a agonia desnuda
.
Olhei-te sorrindo. Inventava versos de amor
Que eu, confesso, sem os conhecer, os dizia
Eras minha, num carinho, de enlevo e furor
Sem imaginar que, pelo destino, te perderia
.
Olhei-te pensativo. Um arrepio senti em mim
Talvez fosse de frio. Não pensei que era o fim
Fazias adeus. Tão tranquila aquela mão no ar
.
Olhei-te intensamente. Vi como caminhavas
Cabelo ao alto, meu amor, que linda estavas
Lágrimas rebeldes caíram nesse último olhar
*
***
Autor: gil antónio
*

sábado, 19 de maio de 2018

Amor feito de pura verdade



Que teu coração seja livre para voar
Que o céu seja um espaço de amor
Que seja o campo liberto para amar
Que por amar nunca sofra triste dor
*
Que o nosso olhar seja puro e infinito
Que não seja julgado por antecipação
Que a liberdade seja o único quesito
Que origine padecer o nosso coração
*
Que o nosso carinho não tenha idade
Nem o carreiro seja de impura ilusão
Que as grades do carinho e felicidade
Sejam as cristalinas grades do coração
*
Que o nosso amor seja a doce pureza
Feito de compreensão e pura verdade
Para que com sentimento e destreza
Possamos viver e amar em liberdade

***
Autor: gil antónio
*